Google Translate

Google+ Followers

Seguidores

Pesquise Este Blog

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Cora Coralina: Uma Lição de Esperança




Gif separador horizontal de texto, cabo de madeira roliça, decorado com rama de flores silvestres e um coraçãozinho no meio, em tecido xadres róseo-creme sobre fundo branco
Cora Coralina Uma Lição de Esperança
by Lustato Tenterrara 

Separador horizontal de texto, ramo de rosas silvestres com duas rosas e quatro botões



Cora Coralina: 

"Bondade também se Aprende"

Adentrando em um território rico e sábio -- o mundo de Cora Coralina, -- o leitor sentirá a grandeza de tantas palavras simples e se perguntará como uma mulher que viveu mais de meio século isolada do mundo, mantinha em seu baú um amontoado de escritos belos, poéticos, proféticos...

Cora Coralina é o exemplo mais significativo de que -- não importa a idade que você tenha, -- se você tiver leitura (lido muito) e mergulhado de cabeça na compreensão do que lê, a vida pode realmente começar até mesmo depois dos 50 anos (idade que muitos já se entregaram no desânimo e nas limitações físicas que se aprochegam com o entardecer dos anos).

No entanto Cora Coralina ainda é mais surpreendente. Ela não (re)começou sua vida aos 50 anos de idade, mas aos 75 anos de idade! Foi nessa época (1965) que lançou o seu primeiro livro

POEMAS DOS BECOS DE GOIÁS
E ESTÓRIAS MAIS 

e adentrou de vez no mundo literário. Decerto que ninguém, àquela época (e em face da idade avançada da autora), ninguém sequer imaginava a grandeza de sua obra, nem atinava que Cora Coralina somente mostrara uma leve amostra do seu potencial artístico, místico, literato.

Quem lê Cora Coralina pela primeira vez sente o despertar da aurora de uma vida que soube apreciar o Belo, o Simples e o Sábio, reunindo-os como se nunca pudessem andar sozinhos. E você terá certeza disso à medida que conhece mais e mais a arte de Cora Coralina.

Brasília, 04 de Fevereiro de 2014,
terça-feira, 16:49hs, (HT-2:00 Horário de Verão)

Lustato Tenterrara
Escritor UBE-PI n.º 343/1999

Dr. Luiz Carlos Carvalho de Melo
Advogado OAB-PI RG-OAB-DF-Brasília, BRASIL.






Toque ou clique aqui ou nas capas dos livros 

para acessar a loja virtual 

com a obra completa de (e sobre)  Cora Coralina



Capa do Livro Estórias da Casa Velha da Ponte, de Cora Coralina

A Casa Velha da Ponte, onde Cora Coralina viveu grande parte de sua vida, é o tema e o cenário central dos 17 contos reunidos nessa coletânea. Contadora de histórias, fala do seu passado e remete os leitores ao cotidiano e à cultura, não só de Goiás, mas de todas as pessoas humildes e sábias. Essa casa é berço, referência e identificação da autora.






Cora Coralina, um Exemplo de Fé, Perseverança e Discernimento


Bondade também se Aprende

(Cora Coralina) 

"Eu não tenho medo dos anos e não penso em velhice. E digo para você: não pense. Nunca diga estou envelhecendo ou estou ficando velha.

Eu não digo. Eu não digo que estou ouvindo pouco. É claro que quando preciso de ajuda, eu digo que preciso.

Procuro sempre ler e estar atualizada com os fatos e isso me ajuda a vencer as dificuldades da vida.

O melhor roteiro é ler e praticar o que lê. O bom é produzir sempre e não dormir de dia. Também não diga para você que está ficando esquecida, porque assim você fica mais.

Nunca digo que estou doente, digo sempre: estou ótima. Eu não digo nunca que estou cansada.

Nada de palavra negativa.

Quanto mais você diz estar ficando cansada e esquecida, mais esquecida fica. Você vai se convencendo daquilo e convence os outros. Então silêncio! Sei que tenho muitos anos.

Sei que venho do século passado, e que trago comigo todas as idades, mas não sei se sou velha não.

Você acha que eu sou? Tenho consciência de ser autêntica e procuro superar todos os dias minha própria personalidade, despedaçando dentro de mim tudo que é velho e morto, pois lutar é a palavra vibrante que levanta os fracos e determina os fortes.

O importante é semear, produzir milhões de sorrisos de solidariedade e amizade.

Procuro semear otimismo e plantar sementes de paz e justiça.

Digo o que penso, com esperança. Penso no que faço com fé. Faço o que devo fazer, com amor.

Eu me esforço para ser cada dia melhor, pois bondade também se aprende."

(Cora Coralina)






Galeria de Fotos




CORA CORALINA CLOSE FACIAL INÍCIO DA TERCEIRA IDADE, FOTO BRANCO E PRETO

Cora Coralina, na meia-idade, sorrindo, close facial, cabelo curto, vestido xadrez com gola clara, foto em branco e preto











CAPA DO LIVRO CORA CORALINA - O MITO DE ANINHA BY SATURNINO PESQUERO RAMON

Capa do livro Cora Coralina: o Mito de Aninha, de Saturnino Pesquero Ramón

(Esgotado no Fornecedor, 04-fev-2014)











CORA CORALINA CLOSE PRETO E BRANCO

Cora Coralina, na terceira idade avançada, close facial, pensativa, foto em branco e preto










Cora Coralina, na terceira-idade avançada, sentada, cachecol de lã multicolotrido, bengala.










Cora Coralina, jovem, linda, com a mão no queixo, muito linda, trajando blusa clara com apliques, foto na cor séptia, moldura oval em retângulo azul










Cora Coralina, jovem, linda, com a mão no queixo, sentada, muito linda, trajando blusa clara e saia (ou vestido) na mesma cor e com apliques diferenciados, foto na cor séptia, moldura oval, em retângulo creme amarronzado.










Cora Coralina, na meia-idade, sorrindo, close facial, cabelo curto, vestido xadrez com gola clara, foto em branco e preto







"Cora Coralina, doutora dos becos da vida, das classes da experiência cotidiana, aprendeu de tudo quanto vivenciou as lições mais entranhadas no âmago da natureza."
(Maria do Rosário Cassimiro da UFG).











Cora Coralina, na terceira idade, olhar pensativo, sentada em cadeira de vime, vestido estampado, de flores silvestres claras, foto em branco e preto.











Foto da antiga casa de Cora Coralina, hoje Museu Cora Coralina, muro baixo, passarela de acesso pintada de branco, estilo ponte semi-estreita para pedestre, parede branca, telhado antigo, janelas de madeira. Escrito um foto-pensamento (fragmento) de Cora Coralina, in verbis:

"gente que passa indiferente,

olha de longe,

na dobra das esquinas as traves que despencam.

-- Que vale para eles o sobrado?
..."

(Cora Coralina)










Capa do livro Meu Livro de Cordel, de Cora Carolina

















Loja Virtual
Cora Coralina











Capa do livro Os Melhores Poemas de Cora Coralina, de Cora Coralina, Organizadora: Darcy França Denófrio

MELHORES POEMAS DE CORA CORALINA

Com seleção da professora Darcy França Denófrio, a obra reúne poemas da escritora goiana Cora Coralina, dividos sob as temáticas 'Nos reinos de Goiás', 'Canto de Aninha', 'Criança no meu tempo', 'Paraíso perdido', 'Entre pedras e flores', 'Canto solidário' e 'Celebrações'.

Formato: Livro
Coleção: MELHORES POEMAS

Autor: CORALINA, CORA
Organizador: DENOFRIO, DARCY FRANÇA
Idioma: PORTUGUES
Editora: GLOBAL EDITORA
Assunto: LITERATURA BRASILEIRA - POESIA





ISBN: 8526008838
ISBN-13: 9788526008830
Idioma: português
Encadernação: Brochura
Altura: 21 cm
Largura: 14 cm
Peso: 0,543 kg
Edição: 1ª
Ano de Lançamento: 2004
Número de páginas: 368




R$45,00
(Preço apenas de referência)
Preço vigente em 04-fev-2014
Sujeito a alteração a qualquer momento
ou em até 3x de R$ 15,00
sem juros no cartão de crédito
(preço sujeito a alteração a qualquer momento)

ou até 6x R$ 7,50 sem juros com cartão Livraria Cultura Itaucard

e ainda ganhe 450 pontos no programa +cultura



Compre
















Capa do livro Estórias da Casa Velha da Ponte, de Cora Coralina



ESTORIAS DA CASA VELHA DA PONTE

Formato: LivroAutor: CORALINA, CORA
Idioma: PORTUGUES
Editora: GLOBAL EDITORA
Assunto: LITERATURA BRASILEIRA - CONTOS E CRÔNICAS


A Casa Velha da Ponte, onde Cora Coralina viveu grande parte de sua vida, é o tema e o cenário central dos 17 contos reunidos nessa coletânea. Contadora de histórias fala do seu passado e remete os leitores ao cotidiano e à cultura, não só de Goiás, mas de todas as pessoas humildes e sábias. Essa casa é berço, referência e identificação da autora. ISBN: 8526011618

ISBN-13: 9788526011618
Idioma: português
Encadernação: Brochura
Edição: 13ª
Ano de Lançamento: 2006
Número de páginas: 110

R$29,00 
(Preço apenas de referência)
Preço vigente em 04-fev-2014
Sujeito a alteração a qualquer momento
ou em até 3x de R$ 9,66
sem juros no cartão de crédito



ou até 6x R$ 4,83 sem juros com cartão Livraria Cultura Itaucard
e ainda ganhe 290 pontos no programa +cultura.



Compre














Capa do livro Cora Coralina, doceira e poeta, de Cora Coralina


CORA CORALINA - DOCEIRA E POETA

Formato: Livro
Autor: CORALINA, CORA
Ilustrador: SCATAMACCHIA, CLAUDIA
Idioma: PORTUGUES
Editora: GLOBAL EDITORA
Assunto: CULINÁRIA


Embora escrevesse desde menina, essa senhora só publicou seu primeiro livro pouco antes de completar 76 anos, depois de ter ficado viúva. O que ela fez então nesses anos todos, antes de encantar o público e a crítica com sua prosa e seus poemas? Criou quatro filhos e trabalhou muito enquanto poetou. Morou por 45 anos no interior e na capital de São Paulo, onde vendeu livros, teve uma loja de armarinhos e uma chácara de flores. Ao voltar para Goiás, tornou-se doceira, junto a um fogão à lenha.

ISBN: 852601417x
ISBN-13: 9788526014176
Idioma: português
Encadernação: Encadernado
Altura: 30 cm
Largura: 23 cm
Peso: 1,230 kg
Edição: 1ª
Ano de Lançamento: 2009
Número de páginas: 144

R$129,00
(Preço apenas de referência)

preço vigente em 04-fev-2014
Sujeito a alteração a qualquer momento
ou em até 3x de R$ 43,00
sem juros no cartão de crédito


ou até6x R$ 7,50 sem juros com cartão Livraria Cultura Itaucard
e ainda ganhe 450 pontos no programa +cultura


Compre

 












Capa do livro Os Melhores Poemas de Cora Coralina, de Cora Coralina, Organizadora: Darcy França Denófrio

MELHORES POEMAS DE CORA CORALINA



Com seleção da professora Darcy França Denófrio, a obra reúne poemas da escritora goiana Cora Coralina, dividos sob as temáticas 'Nos reinos de Goiás', 'Canto de Aninha', 'Criança no meu tempo', 'Paraíso perdido', 'Entre pedras e flores', 'Canto solidário' e 'Celebrações'.

Formato: Livro
Coleção: MELHORES POEMAS
Autor: CORALINA, CORA
Organizador: DENOFRIO, DARCY FRANÇA
Idioma: PORTUGUES
Editora: GLOBAL EDITORA
Assunto: LITERATURA BRASILEIRA - POESIA






ISBN: 8526008838
ISBN-13: 9788526008830
Idioma: português
Encadernação: Brochura
Altura: 21 cm
Largura: 14 cm
Peso: 0,543 kg
Edição: 1ª
Ano de Lançamento: 2004
Número de páginas: 368




R$45,00
(Preço apenas de referência)

Preço vigente em 04-fev-2014
Sujeito a alteração a qualquer momento
ou em até 3x de R$ 15,00
sem juros no cartão de crédito
(Preço sujeito a alteração a qualquer momento)




ou até 6x R$ 7,50 sem juros com cartão Livraria Cultura Itaucard
e ainda ganhe 450 pontos no programa +cultura


Compre
















Capa do livro Cora Coralina: Raízes de Aninha ,
by Clóvis Carvalho Brito e Rita Elisa Seda



CORA CORALINA - RAIZES DE ANINHA

Formato: Livro
Autor: BRITTO, CLOVIS CARVALHO
Autor: SEDA, RITA ELISA
Idioma: PORTUGUES
Editora: IDEIAS E LETRAS
Assunto: BIOGRAFIAS/AUTOBIOGRAFIAS/DIÁRIOS/MEMÓRIAS/CARTAS


Primeiras poesias, textos, depoimentos de familiares e um acervo fotográfico compõem a obra 'Cora Coralina - Raízes de Aninha'. Fruto de 20 anos de pesquisa e entrevistas, o livro vai além dos limites biográficos. É um retrato da vida humana e artística de Anna Lins dos Guimarães, que entrou para o rol das principais poetisas brasileiras de projeção internacional com o nome de Cora Coralina.

ISBN: 8576980444
ISBN-13: 9788576980445
Idioma:  português
Encadernação: Brochura
Altura: 23 cm
Largura: 16 cm
Edição: 1ª
Ano de Lançamento: 2009
Número de páginas: 472


R$51,00
(Preço apenas de referência)
Preço vigente em 04-fev-2014
Sujeito a alteração a qualquer momento
ou em até 3x de R$ 17,00
sem juros no cartão de crédito



ou até 6x R$ 8,50 sem juros com cartão Livraria Cultura Itaucard
e ainda ganhe 510 pontos no programa +cultura.




Compre













CORA CORALINA
RAÍZES DE ANINHA - eBook

CORA CORALINA:  RAÍZES DE ANINHA

Formato: ePub

Autor: SEDA, RITA ELISA
Autor: BRITTO, CLOVIS CARVALHO
Idioma: PORTUGUES
Editora: IDEIAS E LETRAS
Assunto: LITERATURA BRASILEIRA


Primeiras poesias, textos inéditos, depoimentos de familiares e um acervo fotográfico compõem a obra Cora Coralina Raízes de Aninha, de Clóvis Britto e Rita Elisa Seda. Fruto de 15 anos de pesquisa e entrevistas, o livro vai além dos limites biográficos. É um retrato fiel da vida humana e artística de Anna Lins dos Guimarães, que entrou para o rol das principais poetisas brasileiras de projeção internacional com o nome de Cora Coralina. O resultado é uma obra fundamental para o estudo da língua portuguesa, para a história do Brasil e para a beleza artística de poemas.

ISBN: 9788576980933
eBook em português
Ano de Lançamento: 2013

Formato: ePub
Impressão permitida: Não
Impressão de seleção: Não
Cópia permitida: Não
Cópia de seleção: Não


R$35,90
(Preço apenas de referência)
Preço vigente em 04-fev-2014
Sujeito a alteração a qualquer momento
ou em até 3x de R$ 11,96
sem juros no cartão de crédito




ou até 6x R$ 5,98 sem juros com cartão Livraria Cultura Itaucard
e ainda ganhe 359 pontos no programa +cultura.


Compre 












O primeiro livro editado de Cora Coralina,

POEMAS DOS BECOS DE GOIÁS
E ESTÓRIAS MAIS

Aos 75 anos de idade, comprovando que nunca é tarde para você modificar sua vida e escolher um novo final, Cora Coralina publicou seu primeiro livro. E ela soube escolher: Virou imortal!





Capa do livro Poemas dos Becos de Goiás e Estórias Mais, de Cora Coralina, primeiro livro publicado pela autora, quado estava com 76 anos de idade (em sua 22.ª edição, 2006, com outro modelo de capa, conforme você poderá ver na imagem seguinte).

O reconhecimento de Carlos Drummond de Andrade:

"Rio de Janeiro, 14 de julho de 1979

Cora Coralina:

Não tendo seu endereço, lanço estas palavras ao vento,
na esperança de que ele as deposite em suas mãos.

Admiro e amo você como a alguém
que vive em estado de graça com a poesia.

Seu livro é um encanto. Seu lirismo tem a força e
a delicadeza das coisas naturais.

Ah, você me dá saudades de Minas,
tão irmã do teu Goiás!

Dá alegria na gente saber que existe
bem no coração do Brasil
um ser chamado Cora Coralina.

Todo o carinho, toda admiração do seu
Carlos Drummond de Andrade
"

Carlos Drummond de Andrade, jovem, de óculos, close facial de perfil, lado direito. Foto muito bonita. Endereço da imagem: na url http://www.lustato.com/usuarios/19983/fotos/963598.jpg
Formato JPG, largura 750px, altura 626px





Capa (Miniatura Zoom Digital) da 22.ª edição (2006),
do livro Poemas dos Becos de Goiás e Estórias Mais,
o primeiro livro da escritora Cora Coralina.



POEMAS DOS BECOS DE GOIÁS
E ESTÓRIAS MAIS

Formato: Livro
Autor: CORALINA, CORA
Idioma: PORTUGUES
Editora: GLOBAL EDITORA
Assunto: LITERATURA BRASILEIRA - POESIA








Primeira obra publicada pela autora, reúne 37 poemas que encantaram Drummond. Os versos de Cora contam fatos, lendas e tradições de nossa terra. Povoados de sua vivência interiorana, de seu bom humor de mulher simples, o livro desvenda revelações pessoais e sociais da vida em Goiás.

SBN: 8526011782
ISBN-13: 9788526011786
Idioma: português
Encadernação: Brochura
Edição: 22ª
Ano de Lançamento: 2006


Quando Cora Coralina estreou, em 1965, com os Poemas dos Becos de Goiás e Estórias Mais, a crítica não percebeu (só perceberia mais tarde) que ali nascia uma poeta original, de raízes muito profundas na alma popular, com uma sabedoria dosada de ironia, de alguém que muito viveu e sofreu, mas de expressão tão suave, com tamanho frescor que parecia vir de uma jovem. Era e não era verdade, se ponderarmos que a alma não tem idade e os sentimentos não envelhecem.

Cronologicamente, a autora era uma respeitável senhora de 75 anos (bela idade para uma estreia poética), vinda do interior de Goiás. O público sentiu de imediato o que os críticos não perceberam: a alta tensão poética daquela poesia, seu poder de comunicabilidade, a simplicidade de expressão, o amor pelo semelhante, a comoção humana que fazia de cada leitor um passante pelos becos cheios de tradições de Goiás.

Só mais tarde, com o reconhecimento de grandes figuras da literatura brasileira, como Carlos Drummond de Andrade, alguns críticos começaram a rasgar seda pela poeta. Ainda bem. Preconceitos postos de lado, descobriram nela uma irmã em certo sentido mais suave; em outro, mais áspera que Gabriela Mistral e Rosalia de Castro. Irmã, sim, mas com uma personalidade muito própria e forte, quase sem influências literárias, mas com alguma coisa de franciscana.

Oração do Milho não parece ter sido escrita por Francisco de Assis? Quem, -- excetuados os corações de pedra, -- não se comove com esse poema, um dos mais belos já escritos no Brasil? In verbis:

"Senhor, nada valho./
Sou a planta humilde
dos quintais pequenos
e das lavouras pobres./

Meu grão, perdido por acaso,/
nasce e cresce na terra descuidada./

Ponho folhas e haste,
e se me ajudardes, Senhor,/
mesmo planta de acaso, solitária,/
dou espigas e devolvo em muitos grãos/
o grão perdido inicial, salvo por milagre,/
que a terra fecundou!"



O 1.º livro de Cora Coralina

R$39,00
(Preço apenas de referência)
Preço vigente em 04-fev-2014
Sujeito a alteração a qualquer momento
ou em até 3x de R$ 13,00
sem juros no cartão de crédito




ou até 6x R$ 6,50 sem juros com cartão Livraria Cultura Itaucard
e ainda ganhe 390 pontos no programa +cultura.


Compre











Em e-Book





POEMAS DOS BECOS DE GOIÁS
E ESTÓRIAS MAIS

Formato: ePub

Autor:   CORALINA, CORA
Idioma: PORTUGUES
Editora:   GLOBAL EDITORA
Assunto: LITERATURA BRASILEIRA


Quando Cora Coralina estreou, em 1965, com os Poemas dos Becos de Goiás e Estórias Mais, a crítica não percebeu (só perceberia mais tarde) que ali nascia uma poeta original, de raízes muito profundas na alma popular, com uma sabedoria dosada de ironia, de alguém que muito viveu e sofreu, mas de expressão tão suave, com tamanho frescor que parecia vir de uma jovem. Era e não era verdade, se ponderarmos que a alma não tem idade e os sentimentos não envelhecem.

Cronologicamente, a autora era uma respeitável senhora de 75 anos (bela idade para uma estreia poética), vinda do interior de Goiás. O público sentiu de imediato o que os críticos não perceberam: a alta tensão poética daquela poesia, seu poder de comunicabilidade, a simplicidade de expressão, o amor pelo semelhante, a comoção humana que fazia de cada leitor um passante pelos becos cheios de tradições de Goiás.

Só mais tarde, com o reconhecimento de grandes figuras da literatura brasileira, como Carlos Drummond de Andrade, alguns críticos começaram a rasgar seda pela poeta.





Ainda bem. Preconceitos postos de lado, descobriram nela uma irmã em certo sentido mais suave; em outro, mais áspera que Gabriela Mistral e Rosalia de Castro. Irmã, sim, mas com uma personalidade muito própria e forte, quase sem influências literárias, mas com alguma coisa de franciscana. A Oração do Milho não parece escrita por Francisco de Assis? Quem, excetuados os corações de pedra, não se comove com esse poema, um dos mais belos já escritos no Brasil? In verbis:

"Senhor, nada valho./
Sou a planta humilde
dos quintais pequenos
e das lavouras pobres./

Meu grão, perdido por acaso,/
nasce e cresce na terra descuidada./

Ponho folhas e haste,
e se me ajudardes, Senhor,/
mesmo planta de acaso, solitária,/
dou espigas e devolvo em muitos grãos/
o grão perdido inicial, salvo por milagre,/
que a terra fecundou!
"
(Cora Coralina)



ISBN: 9788526016378
eBook em português 
Ano de Lançamento: 2012
Formato: ePub
Impressão permitida: Não
Impressão de seleção: Não
Cópia permitida: Não
Cópia de seleção: Não


R$27,30
(Preço apenas de referência)
Preço vigente em 04-fev-2014
Sujeito a alteração a qualquer momento
ou em até 3x de R$ 9,10
sem juros no cartão de crédito



ou em até 6x R$ 4,55 sem juros com cartão Livraria Cultura Itaucard
e ainda ganhe 273 pontos no programa +cultura.


Compre













Capa do livro Meu Livro de Cordel, de Cora Coralina


MEU LIVRO DE CORDEL

Formato: Livro
Coleção: OBRAS DE CORA CORALINA
Autor: CORALINA, CORA
Idioma: PORTUGUES
Editora: GLOBAL EDITORA
Assunto: LITERATURA BRASILEIRA - POESIA


Neste livro, a literatura de cordel, enquanto gênero literário, é trabalhada em 43 poemas. Cora Coralina homenageia os menestréis nordestinos, que para ela são 'irmãos do nordeste rude'. Apresenta a alma dos rios, das pedras, dos gestos exaustos das lavadeiras, a simplicidade da vida, do amor e da morte.

Avaliação de leitores:
04/11/2000
PEDRO PAULO MONTEIRO

Ótimo

Inacreditável que ninguém tenha opinado sobre esta maravilhosa obra de CORA CORALINA.

Capítulos como HUMILDADE; EU VOLTAREI; MEU PAI; são de uma extraordinária emoção, que é impossível ler sem lágrimas nos olhos.

Abençoado PAÍS que tenha sido Hospedeiro desse Espírito tão elevado.

MEU LIVRO DE CORDEL é um verdadeiro Catecismo.

Pena que eu não saiba expressar melhor tudo o que sinto lendo
as obras dessa ANINHA INACREDITÁVEL.
(PEDRO PAULO MONTEIRO)



ISBN: 8526001531
ISBN-13: 9788526001534
Idioma: português
Encadernação: Brochura
Altura: 23 cm
Largura: 16 cm
Peso: 0,200 kg
Edição: 18ª
Ano de Lançamento: 2013
Número de páginas: 112

R$29,00

(Preço apenas de referência)
Preço vigente em 04-fev-2014
Sujeito a alteração a qualquer momento
ou em até 3x de R$ 9,66
sem juros no cartão de crédito



ou até 6x R$ 4,83 sem juros com cartão Livraria Cultura Itaucard
e ainda ganhe 290 pontos no programa +cultura.


Compre
















Capa do livro Vintém de Cobre: Meias Confissões de Aninha, de Cora Coralina


VINTÉM DE COBRE

Formato: Livro
Autor: CORALINA, CORA
Idioma: PORTUGUES
Editora: GLOBAL EDITORA
Assunto: LITERATURA BRASILEIRA - POESIA


No tempo do mil réis, o vintém de cobre era a moeda mais desvaliosa, aquela que mal comprava um doce. Cora Coralina batizou com o nome da velha moeda as suas quase memórias, ou meias-confissões, como ela prefere, redigidas em versos. Vida tumultuada, cheia de esbarrões do destino que, em vez de provocar desânimo, despertara no espírito de Ana Lins dos Guimarães Peixoto Brêtas (nome verdadeiro de Cora Coralina) uma fibra de guerreira e uma sabedoria considerada simples, por vezes meio marota, feita de respeito e piedade pelo ser humano, sobretudo pelos que sofrem, mas também com um fundo de ironia mansa e de malícia sem maldade, um humor típico da gente do interior, um sarcasmo angelical, mistura de humildade franciscana e revolta diante das estúpidas repressões da sociedade e da dureza dos costumes antigos, sob os quais se criou, foi educada e que lhe deixou marcas na alma.

Poema

"Na casa antiga,
castigos corporais
e humilhantes,
coerção,
atitudes impostas,
ascendência férrea,
obediência cega./

Filhos foram impiedosamente
sacrificados e despojados./

E para alguma rebeldia indomável,
lá vinha a ameaça terrível,
impressionante/
da maldição da mãe,
a que poucos resistiam./

Do resto prefiro não esmiuçar.
"
(Cora Coralina)

ISBN: 8526011790
ISBN-13: 9788526011793
Idioma: português
Encadernação: Brochura
Edição: 9ª
Ano de Lançamento: 2007
Número de páginas: 236


R$42,00 
(Preço apenas de referência)
Preço vigente em 04-fev-2014
Sujeito a alteração a qualquer momento
ou em até 3x de R$ 14,00
sem juros no cartão de crédito.




ou até 
6x R$ 7,00 sem juros com cartão Livraria Cultura Itaucard 
​e ainda ganhe 420 pontos no programa +cultura.


Compre 









ATENÇÃO

Os preços dos produtos estão sujeitos a alteração sem prévia comunicação.

Os pedidos ficam condicionados a disponibilidade do estoque da Livraria Cultura e de fornecedores (editoras e distribuidores).







 

Posts mais Acessados